sábado, 27 de novembro de 2010

Novo post.

Eu passei essa semana em prova, e minha mãe fez o seguinte, não poderia eu entrar na internet, telefonar para alguém, ou sair de casa, e se alguém conhecido passar por mim, fingir que não vi, ou seja, era praticamente um regime semi aberto, porem comecei a pensar como mães tem atitudes estranhas, mãe sempre tem um ditado ou algum costume, ela disse que eu devia obedecê-la soando a frase:

-Tá achando o que, que você é dona do seu próprio nariz?Tá achando que se manda?
Qual parte da esclarecedor termo “SEU PRÓPRIO” faz com que eu não mande nele?Ou então por exemplo, no meu aniversario de 15 anos, minha mãe me disse:
-Filha, vamos comemorar, afinal 15 anos só se faz uma vez na vida.
Que outra idade se completa mais de uma vez?’Não, eu não vou fazer festa, vou deixar pra próxima vez que eu fizer 30 anos’, não existe.Mas são manias de expressão, não vamos generalizar ok?Certo, mas isso foi apenas uma distraída, dessa vez não estou com vontade de chingar alguma coisa por que estou com preguiça de elaborar justificativas, vou elogiar alguém, é bem mais fácil... pra mim nem tanto já que sou meio; perfeccionista.
Hoje quando eu acordei estava passando Drake e Josh, então pensei, que legal, mas ao decorrer de...2h eu notei que só passava isso, depois eu vim a descobrir que passariam assim 48h horas apenas disso, ou seja, até segunda feira, apresentado pelo Drake Bell, que faz o Josh na série....brinquei.Tá a série e muito legal mas se eu falar só do Drake Bell vou ter mais o que falar, então meu povo, todo mundo sabe né que ele é cantor e ator e tal, ai ele sofreu um acidente ficou com a cara toda cortada e uma cicatriz que passa de uma bochecha a outra, não, é mais trágico, ela dá a volta pelo queixo até chegar na outra, coitado.Ah ele também fez aquele filme lá dos super heróis, que ele é o Libélula, o filme é sem graça, na verdade acho que a série é mais legal que o filme, ai a gente resume falado que quem quer conhecer o trabalho dele vai no youtube e dã todo mundo conhece a abertura de Drake e Josh, mas ai vocês procuram You’r Love ou Makes me Happy.

Pra finalizar o post que só veio a ocorrer por que havia mais do que se chama um bom tempo que não se postava aqui, vai uma reflexão profunda...uma piada.
Um chinês entra num bar da moda em New York, quando vê o Steven Spielberg e pensa: Gostaria de conhecê-lo. Spielberg ao passar por ele, dá-lhe uma porrada daquelas na cara, que faz melecar o nariz. - Hei... Por que você fez isso? - pergunta o chinês. - Vocês, japoneses, mataram o meu avô quando bombardearam Pearl Harbor!!! - Mas eu não sou japonês!!! Sou chinês porra!!! - Chineses, tailandeses, japoneses.... Para mim é tudo a mesma meerdaa!!! Spielberg vai se sentar, quando o chinês chega por trás dele e enfia-lhe um tapaço na orelha, daqueles de fazer o cara ficar tonto na cadeira... - Então? Para que isso, seu imbecil? - pergunta Spielberg. - Minha avó estava no Titanic, seu idiota!!! - Mas não fui eu que afundei a meerdaa do Titanic! Foi um iceberg!!! - Iceberg, Gutenberg, Spielberg... Pra mim é tudo a mesma meerdaa!!!

[Não quero comentários sobre o post nem reações, só quero saber quem leu]

sábado, 13 de novembro de 2010

A arte do Insulto!

As pessoas são muito ligadas em internet...eu também sou, só que sou um pouco mais focada, na internet eu procuro determinadas coisas, por isso as vezes algumas modinhas passam despercebidas por mim, ou por que eu de fato não dou a mínima para isso, porem o tempo todo as pessoas ficavam falando de um cara ai que fazia uns vídeos pro youtube (mentira foi só uma vez mas todo mundo entrou na conversa e eu me senti solitária), o tal do Felipe Neto, então eu fui lá e cliquei num vídeo dele, eu pegue exatamente o vídeo em que ele falava das traduções de filme, e eu vi o quanto nós somos parecidos, por que de fato, sempre quando o assunto é filme, esses são meus argumentos, eu me senti até plagiada, mas obviamente é uma coincidência...assim como o nome do meu álbum...McFly...ou como a minha música que o A-ha gravou uma igual...Lifelines....é...eu acho que sou meio obvia então.Mas não desviemos do assunto, a questão é que eu vi uns 3 vídeos dele e realmente nós usamos argumentos bem semelhantes, então eu poderia complementar o que por ele foi divulgado com os seguintes fatos.


Brasileiro não sabe colocar nome em filme.Por que eles inventam de elaborar um nome que a principio era para se adequar a cultura brasileira mas no fim ficam completamente sem sentido ou até mesmo ridículos, eu nunca vou entender esse por exemplo.

Meu primeiro amor 2.Como assim? “Ah eu me apaixonei pela primeira vez novamente.”O primeiro amor como o dito é o primeiro, como é possível você ter um outro primeiro amor?Esse é o titulo mais ridículo de filme, superado somente por, ‘Penetras bom de bico’. O pior de tudo é que a droga do nome do filme é esse mesmo, alguém aqui é contra ‘penetras’, é um nome fenomenal, mas por que bons de bico?É ridículo, filmes me revoltam, por que os idiotas foram traduzir ‘Home alone(só em casa)’ para, esqueceram de mim, mas o que aconteceu?Na droga do terceiro filme a criança que não é mais o Macaulay Culkin (por que nessa época ele fazia o papel de um travesti em outro filme) é deixado em casa por que tá doente, assim perdendo todo o sentido do titulo, cara, o cara que escreveu o filme colocou aquele titulo por que ele sabe que vai ter sentido sempre, por que vem um otário e muda a droga do titulo?

Outra coisa que acontece muito em filme é, você está lá, um filme de suspense, tudo silencioso fora a insuportável trilha sonora que foi feita só pra causar a revolta da pessoas em si, então ele está procurando onde sei lá, o delegado que na verdade é o bandido escondeu a arma, então ele abre o armário, lá estão diversos potes de produtos, ele pega o pote de ervilha para abrir espaço e o narrador fala “ERVILHA!!”, por quee?Eu tô vendo que tem ervilha ali, por que eles tem de traduzir tudo que aparece escrito em inglês por mais óbvio que sejam?

A diferença entre mim e o Felipe Neto além do sexo é que ele fez uma imensa burrice, se meteu com os fãs, por mais que você odeie um artista, nunca o delate num meio comunicativo mundial, um exemplo claro dessa diferença é, modinha, meu relato sobre isso?Odeio modinha, mas eu odeio a modinha em si, o ato de modinha, não os artistas a elas envolvidos, de fato você consegue encontrar um artista bom, alguém que se sobressai, mas eles se ferram por que em cerca de um mês eles vão ser esquecidos e substituídos pelo mais novo filme de sei lá uma ameba apaixonada por um ser humano, o ato de modinha um ser descartável sim é detestável, a diferença entre nós é que eu não vou ser processada pelo filho do Sr. Fábio, ops.Conselho, se não quer ser jogado na cara suas próprias delatações (dicionário please), nunca fale de algo que você pode ser julgado do mesmo, modinha, se você também é uma modinha(fica a dica) nunca cite-as, se for citar, roteiro é algo interessante.

Próximo post, provavelmente continuarei com a arte do insulto, vou tentar postar de forma mais resumida por que é provável que agora suas pupilas estejam dilatadas e tá tudo ardendo, eu acabei de reler antes de postar, e estou na mesma situação, bjs reflita.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Continuação...


Sábado:


Vamos ver, não tive aula, que bom que legal, a tarde fui pra casa da Layana fazer um trabalho de biologia, o fato de eu não estudar mais com ela é mero detalhe, enquanto o carinha lá fazia todo o trabalho, eu, Layana, Lucas(que também não é do trabalho) e Kessy, ficamos jogando detetive, eee, comi tanto esse dia, logo eu que não como nada, batemos parabéns com o bolo que a tia comprou do qual comemos a cobertura a veras, ai vim pra casa, milhões de amigos da minha mãe apareceram e rolou uma night muito louca até ás 3h da matina,eu toquei, comi, assisti e afins.



Domingo:

Domingo o dia da eleição que coisa ein, não lembro bem o que fizemos, ah, lembrei, fomos pra casa da minha avó, eu fiz o almoço enquanto foram votar, a gente encheu o bucho, tomamos sorvete, chupamos picolé, brigamos como de costume, fomos na farmácia, meu muso nem tava lá, e voltamos pra casa e não lembro mais o que fizemos.



Segunda:

Acordamos, tomamos cafés as 11h, fomos pra churrascaria pra comer o rodízio que minha mãe estava devendo a meu irmão, tudo bem se não fosse o fato de que NÃO COMO CARNE, mas ok, minha mãe pagou né, fiz juz a bufunfa gasta, comi tudo quanto foi carne (eca) e comi até mais que minha mãe, depois fomos a sorveteria e pedimos a paradinha lá, só que o sorvete era um animal praticamente, sério, se eu tivesse sido dada como morta ontem meu atestado teria “Morte por consumo exagerado de alimento”, depois a noite fui ver Tropa de Elite 2, que de fato é melhor do que o um, onde aprendi vários chingamentos novos como, “quer me fuder, me beija” e afins.



Terça:

O plano era ir a praia, mas prefiro nem comentar, fomos ao supermercado com meu avô, ficamos tipo 3 horas pra comprar umas frutinhas por que meu avô é muito lerdo andando, haviam umas 7 Tv’s sincronizadas no menu de This Is It nas quais dei play e fugi antes que alguém me desse uns socs, daí fiz o almoço (moranga), comi, assisti a um filme, tomei novamente sorvete e estou revoltada por que ninguém me chamou para ir lá pra fora, ok, cansei, é só isso.